Curso de Especialização do IEMCI/UFPA .:. Turma 2011-2012

Arquivo para maio, 2012

Novo cronograma de produção dos artigos de conclusão de curso

Orientação/elaboração do texto: até 27 de julho de 2012

Nesse período os discentes deverão trocar ideias e versões do texto com seus respectivos orientadores e se dedicar a leitura de artigos e livros, extraindo ideias para compor o texto e, se for o caso, fazer as atividades que serão objeto do relato de experiência (aplicação de sequências didáticas, entrevistas, observações, fotografias, etc). Não esqueçam que o interesse maior é do discente, portanto cabe a ele entrar em contato com o orientador (por e-mail ou telefone). Em hipótese alguma serão aceitas justificativas de que o trabalho atrasou por conta dificuldade de contato com o orientador. Todos os orientadores fazem uso diário dos seus e-mails e podem perfeitamente trocar ideias e dar as orientações por meio desse veículo de comunicação.

Envio das versões para revisão final: até 4 de agosto de 2012

Estas versões devem conter todos os elementos do artigo (titulo, resumo, introdução, referencial teórico etc.) e passarão por uma pré-avaliação de acordo com os seguintes critérios gerais:

1. Ser for relato de experiência está bem narrado, fornecendo informações suficientes para o entendimento do que foi implementado?

2. Se for um artigo de revisão apresenta de forma clara e concisa as ideias de autores e resultados de pesquisas contemporâneas sobre o tema? Compara ideias e resultados de pesquisa de diferentes abordagens? Aponta as vantagens e limitações de cada uma delas?

3. O texto é de boa qualidade, sem erros metodológicos, enganos de concepção ou ambiguidades?

4. O texto está bem organizado?

5. A ortografia e a gramática utilizadas são satisfatórias?

6. As referências a trabalhos prévios e relacionados são adequadas e seguem as normas da ABNT?

7. As tabelas e figuras são relevantes e devidamente citadas no texto? (se for o caso)

8. As legendas das figuras e tabelas são adequadas? (se for o caso)

9. O título do artigo é apropriado?

10. O resumo dá a informação necessária de maneira clara e concisa?

Depois disso os artigos voltarão para que os respectivos autores façam as revisões/alterações sugeridas.

Envio da versão final: 25 de Agosto de 2012

Envio da versão final para publicação, com todas as revisões sugeridas e devidamente revisadas ortografica e gramaticalmente (via e-mail para brabo@ufpa.br).

Período de defesa: de 01 a 14 de Setembro de 2012

Será feito um cronograma de defesa dos artigos com apresentação e avaliações por bancas de docentes do IEMCI e/ou convidados externos.

Não esqueçam de ler as outras postagens relacionadas!

Orientações para a elaboração de artigos de conclusão de curso [ACESSAR]

Padrões de elaboração (formação, citações, figuras etc.) [ACESSAR]

Mais dicas para produção do artigo científico [ACESSAR]

Anúncios

Aula normal no próximo sábado, 19/maio

Comunicamos aos discentes que, mesmo com a greve dos professores da UFPA, haverá aula no próximo sábado  (19).

O curso tem um cronograma de execução e não pode ultrapassar os prazos pre-estabelecidos para finalização das atividades.

Portanto, os discentes deverão comparecer as aulas.

Mais dicas para produção do artigo científico

Dois erros recorrentes
Após ler as primeiras versões de alguns artigos
enviados, resolvi fazer um texto com mais orientações gerais. Dos artigos que revisei duas coisas me chamaram bastante atenção:
(1) Copiar e colar textos inteiros:
alguns discentes, talvez inadvertidamente, enviaram versões de textos que foram quase que integralmente copiados de sites da internet. Parece que simplesmente fizeram uma busca no Google e copiaram duas, até três páginas de outros textos. Isso não pode acontecer! É plágio! Devemos usar ideias de outras pessoas, mas não podemos esquecer de citar as fontes e juntar as citações, de forma coerente, com nossas próprias palavras. Além de tudo, os artigos não serão de autoria apenas dos discentes – o que poderia comprometer a reputação dele e por em dúvida a qualidade do curso. Os orientadores assinarão os artigos como coautores. Ou seja, estaremos colocando nossa reputação em risco. Enfim, se alguém está pensando ou já começou a fazer isso. Jogue fora e recomece a fazer o seu artigo da forma correta.
(2) Começar pela introdução: é comum achar que devemos escrever o texto na sequência de seus tópicos. Todavia isso é um equívoco. A meu ver, a introdução é a última coisa que devemos escrever, pois nela vamos apresentar para os possíveis leitores do que trata o nosso trabalho, quais nossos os objetivos, porque nosso trabalho é importante, que teorias/ideias pedagógicas iremos tratar. Enfim, é o convite para a leitura do texto. Por isso é mais apropriado escrevermos a introdução depois de termos escrito todo o restante do texto, pois poderemos elencar essas coisas de forma mais consistente e evitar incoerências sobre o que vai ser apresentado, além de evitar a inclusão de trechos para “encher linguiça” (lugares comuns, frases de efeito, mazelas da educação etc.).
Este texto, por exemplo, não foi produzido de maneira sequencial. Algumas coisas escritas aqui foram rearrumadas depois de terem sido escritas em outra parte. Coisas que estavam no início foram colocadas no final, ideias colocadas em tópicos viraram parágrafos, ideias de outras fontes da internet foram parafraseadas (por exemplo de  http://homepages.dcc.ufmg.br/~mirella/doku.php?id=escrita). Ou seja, é uma ilusão achar que devemos escrever as coisas de forma linear (primeiro a introdução, depois o referencial teórico, metodologia…). Devemos escrever as ideias que nos ocorrem e depois organizá-las como um quebra-cabeças. Evidentemente temos que ter domínio de regras gramaticais e sensibilidade estética.

+ dicas para ajudar na composição do texto
As versões enviadas revelaram a grande falta de prática de escrita de trabalhos acadêmicos desse tipo (artigos). A semelhança de alguns de nossos alunos da educação básica, parece que os autores estavam mais preocupados em preencher o número de páginas exigidas que realmente apresentar suas ideias para outros professores.
É natural ter dificuldade de compor um texto de um artigo, mas é por isso que estudamos diversas teorias e abordagens psicopedagógicas durante as disciplinas do curso. Agora é escolher uma para guiar o planejamento, execução e análise uma atividade didática (relato de experiência) ou apresentar, de forma crítica e sintética, os aspectos principais e a evolução de uma dessas abordagens teóricas (artigo de revisão).
Um bom artigo tem que despertar a atenção para sua leitura, tem que ser atraente. Por isso coloque na cabeça que você está escrevendo para outro professor. Leia seus escritos e pense: “eu perderia tempo lendo esse texto?”. Certamente uma coletânea de citações fracamente interligadas não atrai a atenção das pessoas, ao contrário torna leitura chata e cansativa, por isso é importante tentar encadear ideias. Foi essas umas das razões que me levaram a tentar fazê-los antecipar os esquemas de seus respectivos textos (tópicos e subtópicos), pois fica mais fácil procurar informações planejando o que pretendemos escrever.
Uma outra dica importante refere-se as fontes consultadas. Utilizem o Google Acadêmico (http://scholar.google.com) para fazer suas buscas, pois ele é uma ferramenta específica para procura de artigos e livros de fontes confiáveis. Evitem usar citações de blogs pessoais ou coisas parecidas.
Então, mãos à obra!

P.S.: Não esqueçam de seguir as primeiras dicas e padrões do post Orientações para a elaboração de artigos de conclusão de curso

Nuvem de tags